quarta-feira, 13 de abril de 2011

Fuçar no nariz e outras esquisitices: tudo normal

Lembro que, na época da Copa de 2010, causou um grande furor a imagem de um técnico (acho que da Alemanha) tirando meleca do nariz. Foi um frisson terrível, “Olha, ele tirou meleca!”, “Nossa, ele tem meleca no nariz”, “celebridades têm meleca...” Aí, um dia, eu questionei dizendo que todo mundo tem meleca, todo mundo tira meleca... Logo, fui rebatido com um “Nossa, mas na frente de todo mundo? Que nojeira!” 
Bom, deixa eu entender. Quer dizer que meleca na frente dos outros é nojeira. Fechou a porta do banheiro, tirou meleca não é mais nojeira? Dizem que o cara comeu depois.. isso é também outra questão. Sei lá...
Outra coisa foi a questão Sandy no Carnaval. Houve uma indignação coletiva de vê-la como garota propaganda da cerveja Devassa. Tudo bem, eu preferia a Paris Hilton até pelo seu currículo com direito a vídeo na web e tudo mais. Entretanto, gente, a ideia é “todo mundo tem um lado Devassa”. Vai que até gente como a Sandy tem. Achei legal. Criaram em torno da Sandy uma aura de pureza.. sei lá. Vai que ela é normal como todo mundo e além de fazer cocô, xixi, arrotar e soltar pum, ela tem um lado devassa e curte menage a trois, sexo grupal, exibicionismo, lesbianismo, ver vídeo pornográfico hard core... sei lá.. Vai saber.
Afinal, todo mundo tem um lado devasso mesmo que, por mais que se esconda, acaba surgindo sorrateiramente, ainda que seja depois que se fecha a porta do banheiro.


Postar um comentário