sábado, 9 de abril de 2011

Uma história cabeluda

Zenilda comprava creme, fazia escova, hidratação e tantas coisas mais para ficar com o cabelo liso e brilhante. A natureza lhe fora injusta e, por causa disso, gastava quase todo seu ordenado com a manutenção de um estado apresentável de seu cabelo. O marido não podia fazer-lhe cafuné,  chuva a apavorava mais do que um tiro e uma estranha toca lhe protegia durante o sono de algum amassado ou suor incomodo que botasse a perder as horas de tratamento.
Um dia, em frente a seção de xampus, ela lia o que vinha escrito na parte de trás da embalagem de um deles: Xampu para cabelos crespos, tingidos, quebradiços, ressecados, com pontas, queimados pelo sol, opacos e danificados produtos químicos....
Era esse o shampoo com que ela tanto sonhara....
Mais abaixo, um recado em letras muito pequenas, quase imperceptíveis....
Tem certeza que vale gastar esse dinheiro com um cabelo nesse estado?
Postar um comentário