quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Um blogue nasce de uma idéia: a idéia de trocar idéias

Nasce e morre...
Nasce numa tarde (ou noite) de poucas atividades obrigatórias. Brota junto a isso a vontade de ser lido. Um desejo compulsivo de que alguém leia o que você escreveu. Ainda que você mesmo, depois de lido, ache uma porcaria. Mas o desejo permanece... Leia-me por favor.
No meio do caminho entre o blogueiro e o leitor há
uma comunidade e seus tópicos, um ponto de encontro em que outros projetam o compulsivo desejo de ser lido... e lá vai um COMENTE O BLOGUE ACIMA...
Nesse momento, atropelos e calotes envolvem o marinheiro de primeira viagem em um círculo de indignação e compulsão:
INDO.. comentando.. fui... indo para ler... E, na outra ponta, outro ansioso segue a mesma via crucis. Indo.. comentando.. fui... indo para ler.. comentando o de cima...
Uma idéia,
um texto, uma surpresa, um vídeo do youtube, uma piada, um crtl+C/crtl+V, uma foto montagem, um link e, aos poucos (em poucas semanas), a compulsão se alterna pela perplexidade: vou colocar o quê?

Aceita parcerias?

E lá ficam os blogues com seus post de dias, semanas, meses atrás... numa solidão que dá dó. Deixam de freqüentar o comente o blogue acima e passam ao fatídico
Blogues atualizados em (mês/bimestre, trimestre, ano...)
Ocasionais retornos ao blogue vêm seguidos de pedidos de desculpas, ausência, mas nesse momento, o pobrezinho já agoniza e vive à deriva no purgatório do blogspot, wordpress, uol, terra... Até que um dia, perde-se a senha, não se consegue acessá-lo. O coitadinho morre... sem direito a enterro, mas com lápide em .jpg:

Aqui, java!
Faça logoff em paz!

Saudades eternas.com/cemitério_de_blogues

Sem direito à carta de convite com a família enlutada lamentando a perda e dizendo que tem o doloroso dever de comunicar o falecimento.

***
Em tempo

Escrevi isso porque li outro dia em algum lugar na internet que 90% dos blogues abertos hoje não sobreviverão a 3 meses de existência e, dos 10% que superam esta primeira fase, mais da metade morrerão em menos de um ano... o saco de filó superou a primeira peneira. (hoje são 9 meses... uma gravidez)..
Sem pessimismo.. rumo a 2ª peneira.

Postar um comentário