sábado, 5 de julho de 2008

Guia do depressivo moderno

Aí veio o caso Isabella: um casal entra em um apartamento e minutos depois uma menina é jogada pela janela. Não foi ele, não foi ela, não foi ninguém... na verdade, foi uma terceira pessoa. Bom, até onde sei, a primeira pessoa, EU, a segunda pessoa, TU e a terceira pessoa... ahá.. ELE (ou ela). O advogado se prepara para dizer que a mulher sofria de depressão.
Pouco depois, em São José dos Campos, São Paulo, um pai tenta jogar um filho pela janela, mas não obtêm o êxito de seus depressivos inspiradores. Não foi dessa vez... O advogado já se apressou em relatar a depressão do seu cliente.
No Paraná, uma mulher jogou um bebê de seis meses pela janela, dessa vez, bingo... conseguiu. Os policiais a detiveram e ficaram surpresos porque ela não manifestava o menor arrependimento. Resoluta, afirmou que queria se livrar do bebê... E que tomava fortes remédios de depressão. Antecipou ao advogado que iria dizer que ela sofria de fortes crises de depressão.
No Japão, um homem deprimido saiu pela rua esfaqueando todo mundo que encontrava. Quando foi preso alegou que só fez isso porque estava profundamente deprimido.
Outro dia, na sala de espera de um médico, vi um garotinho com cara de bem informado pela TV que me olhava meio cabreiro, de rabo de olho... olhava para mim e para a janela da sala de espera do prédio de forma apreensiva...

Ei...!” Apressei-me. “Eu não sou depressivo não.”

Senti que o garotinho respirou aliviado. Sutilmente, mas o fez.
É... como as coisas mudam. Sou do tempo em que os deprimidos se jogavam pela janela, hoje, eles jogam os outros... Do tempo em que o deprimido se suicidava, hoje, "suicida" o outro. Sei não, mas por via das dúvidas, se vejo um sujeito deprimido e uma janela por perto, já fico esperto.
...
Bons tempos aqueles... bons tempos.

Em tempo
O depressivo moderno acorda cedo, na maior depressão, vê que a vida não faz mais sentido e decide cortar os pulsos.... os do vizinho, é claro.
E ele é besta?

36 comentários:

Caio Rudá disse...

"O depressivo moderno acorda cedo, na maior depressão, vê que a vida não faz mais sentido e decide cortar os pulsos.... os do vizinho, é claro.
E ele é besta?"

Hehehe, boa tirada. Assim como todo o texto. Saudades dos tempos em que os depressivos não faziam mal a ninguém. Não se fazem mais depressivos como antigamente...

Não é de hoje que os criminosos apelam para os transtornos mentais. Mas depressão é o caramba! Esses advogados também... Ô raça, viu? Aproveitam que tá na moda ser bipolar, depressivo etc. e tal, arranjam duas cartelas de tarja preta e voilà: o cliente tá quase absolvido.

Carla disse...

Uau! Você foi contemplado com comentários aleatórios em inglês, de alguém que sequer se preocupou em saber se você é homem ou mulher... Não é todo dia que isso acontece, realmente! rsrsrs

Tenho pensado seriamente em cometer suicídio em massa e alegar depressão. Com tantos casos como esses, as pessoas estão começando a achar isso tudo muito normal.

E você me deu uma ótima idéia! rs Quando eu estiver tentando trabalhar e as criancinhas começarem a fazer um anauê aqui do lado, vou olhar para elas com cara de psicopata e dizer que estou em depressão. rsrs


PS: Obrigada pela aula de português gratuita. Tenho direito a mais quantas antes de começar a pagar mensalidade? rs

^^/

Petit Petit disse...

Senti que o garotinho respirou aliviado. Sutilmente, mas o fez.
É... como as coisas mudam. Sou do tempo em que os deprimidos se jogavam pela janela, hoje, eles jogam os outros... Do tempo em que o deprimido se suicidava, hoje, "suicida" o outro. Sei não, mas por via das dúvidas, se vejo um sujeito deprimido e uma janela por perto, já fico esperto


Poxa! Que sem graça! rs

Enquanto lia o texto eu pensava coisa parecida! Mas é verdade, no meu tempo a única pessoa para quem um depressivo representava perigo era prá ele mesmo.

Depressão é um ótimo atenuante. O problema é que daqui a alguns anos essa história vai virar o tipo de história clichê. Vamos ter que inventar alguma outra doença mais atrativa. Ah, as velhas psicopatologias? Pode ser! A moda também tem disso. Recupera elementos antigos! Pode ser que dê certo.

Mateus disse...

O depressivo moderno é aquele que gosta da morte, dos outros!
haha
Quem sabe os depressivos antigos não voltam??
Valeria mais a pena!

Rosangela disse...

Trasntorno depressivo repressivo homissida(TDRH) ou síndrome da janela do 6º andar, hauhauah! Boa a qualificação? Cuidado maior para quem mora em apartamentos especificamente no 6º andar.
Tô foraaaa!
Cara, isso vai acarretar problemas sérios para as próximas gerações.
Coitadas de nossas crianças!

Veiga disse...

boa...

HAsuhAUshuas

depressivo, n idiota!

Neto Morais disse...

Voce tirou a palavra da minha boca... Tbm acho, ou melhor achava que a depressao encaminhava ao suicidio, mas as coisas mudam ne, é esse mundo vei "evoluindo".

molly disse...

As coisas estão uma loucura. Os valores estão mudados.
De vez em quando chego a pensar que a vida já não tem valor...
Será?
Tudo culpa de uma janela?

blog disse...

Nada como corroborar Jean P. Sartre. O inferno são os outros mesmo. Por que mantê-los a nosso lado, então?
Morte aos outros e que a depressão seja eterna, enquanto dure.

Wander Veroni disse...

Oi, Marcelo!

Excelente análise. Esses criminosos usam a depressão como desculpa para cometerem atrocidades por aí....e nos deixar com mais aquela horrível sensação de impunidade.

A conclusão do texto é magnífica nesse sentido, adorei!

Abraço,

=]
________________________
http://cafecomnoticias.blogspot.com

marcela p. disse...

§

Acabo de descobrir que sou uma deprimidinha à moda antiga! ^^

§

Simplificações e Complicaçoes do Mundo feminino disse...

Kkkkkk,muito bom o texto, otimo humor, mas realmente apesar da graça e serio, os depressivos estão diferentes msm, querem matar os outros e a desculpa são os benditos "tarja preta"...
Bjs.

Monsieur Coçard disse...

é realmente um despropósito, janela a fora nos outros é refresco, mas deve sermuito divertido a ponto de se tornar quase a nova paixão nacional só perdendo pra corrupção,... opa futebol...

Mas cura para os novos depressivos é xadrez!

Fernanda disse...

KKKKKKKKKKK

neh

ai ai saudades dos tempos q os depressivos so faziam mal a si mesmos!!!

Parabens

mto bem escrito e de uma ironia incrivel

Sucesso

Tania Montandon disse...

Isso não eh o depressivo, isso é o cidadão moderno, fisicamente saudável porém sempre insatisfeito, consegue tudo q quer facil demais, rapido demais, precisa inovar, pena q tão carente de humanidade, resolve inovar e ainda propagar a crueldade¬¬

Saulo disse...

Pois é, agora não basta os comprimidos tarja-preta. É necessário jogar pessoas pela janela ou sair esfaqueando pela rua. Isso que é evolução.

Gostei da forma irônica e cômica que foi tratado o tema. :)

Anônimo disse...

NOSSA! espou ficando assim.
kkkkkkkkkkkkkkkkk
que m*****

simple_chi! disse...

uaau! ootimo texto! ;D
parabens!

Everaldo Ygor disse...

Olá!
Realmente a coisa é por ai, sua crônica é real... Depressivos atacando o próximo...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Júlio disse...

Marcelo,

Seu texto está incrível, aliás seu blog é incrível. Me tornarei leito assiduo.
Em especial sobre esse texto, tenho que comentar que sua critica é cheia de ironias finas e verdadeiras. Muito bom!
Parabens
Abraço

Strider disse...

Conheço uma mulher que já sofreu pra caramba de depressão, e ainda hoje tem problemas com transtorno bipolar. Mas ela nunca teve ganas de me matar, nem sequer fez menção disso.

Mas é bem verdade que os criminosos estão esgotando suas desculpas esfarrapadas. A moda agora é se deprimir. Pô, se o problema é depressão, não precisa matar ninguém. Basta formar uma banda emo e mostrar ao mundo seus sentimentos. Pelo menos embolsa uma graninha e aparece na MTV.

Thais disse...

HAHAHA
ADOREIA SUA ENQUETE,REALMENTE MUITA GENTE FAZ ISSO,EU MESMA JÁ FIZ,MAS NIGUEM FAZ POR MAU PQ NO ORKUT ESTA ASSIM:COMENTE NO BLOG ACIMA..
BEM OU MAU A PESSOA COMENTA NÉ..
BOM NÃO É CARA DE PAU MINHA MAS COMENTA NO MEU
http://thaischagass.blogspot.com/

Gustavo Ganso disse...

Poxa, me surpreendeu este texto, pareceu até um L. Veríssimo, ou não?

Mas hoje todo mundo tem depressão, é um conseguir escapar de cumprir pena que todo advogado já fica esperto.


Me lembrei de um trecho do programa café filosófico, da tv cultura: uma palestra por um psicólogo, não lembro o nome do tal, e ele dizia, "hoje em dia você vai ao consultório, tem um folheto farmacêutico explicando os sintomas da depressão, se você dorme demais, dorme pouco, transa demais, transa pouco, come demais, come pouco...o SEU caso é grave..."

É fogo, é tão legal assim ter depressão? Ter uma doença pior que a dos outros, já viu que tem gente que compete nessas coisas?

Até
Gustavo Ganso

Pedro Junior disse...

Não sei se isso é um depressivo, mas acho q está mais para um esperto, pois como foi dito antes eles os "depressivos" se matavam hj eles matam, Mas o q me deixa triste é a midia q fica explorando, tentado fazer dinheiro com a desgraça dos outros, ficam falando caso Isabella, caso Isabella, Caso Isabella, nossa q raiva td isso para vender jornal. Vai nas cidades pequenas acontece tantas coisas piores, mas vc acha q a midia vai lá, falar de desgraça de pobre não vende jornal, nem da audiencia

T+
abraços

Lomyne disse...

Tá eu sou depressiva, vivo remoendo minhas mágoas, não as esqueço. Posso surtar e sair matando todas as proprietárias de blogs cor de rosa? Veja bem, sendo mulher, posso alegar TPM como atenuante. E eu, esta jovem senhora encalhada, vou presa. Mas posso alegar que sou bipolar, né? Que quem matou foi meu outro eu? Quanta hipocrisia!

Pensamentos Indizíveis disse...

Ai, Marcelo! Li seu texto e meu deu uma deprê! (Fora "auto-suicídios" ou "suicídio dos outrso", eu sou do tempo da deprê!).
Ele é demais, ainda não tinha parado pra pensar na mudança dos depressivos, deprimidos... deles todos, tadinhos!
Beijão pra você!

Euzer Lopes disse...

Imagine o que um depressivo seria capaz de fazer na Estação Sé, do Metrô de São Paulo, às seis da tarde????
Eu, hein? Melhor andar à pé! Mas olhando para todos os lados.
Pra cima, inclusive. Vai que um outro depressivo ache uma janela e uma criança por perto...

Marcio Sarge disse...

É impossivel não sentir depressão em São Paulo. Todas as ruas tem uma depressão enorme e haja mola.
Nessas horas tenho vontade de jogar o prefeito pela janela.

Leonardo Dognani disse...

Bom texto^^
sabe o pior?
é que mesmo a Depressão sendo uma gravíssima doença com consequencias horríveis para o doente, os advogados ainda conseguem fazer com que acreditem nessas ladainhas de que o cara "ferrou" o outro pq é depressivo. O depressivo que corre na rua matando os outros tem surtos psicóticos e problemas bem sérios ALÉM de depressão.

é uma pena que uma doença tão triste como essa(e difícil de curar), vire moda, seja vista como frescura e usada como desculpa atualmente. Isso colabora para quem tenha essa doença, seja levado e ajudado cada vez menos.

Mas, sabemos, sociedade por si só não se importa realmente com indivíduos.^^

Abraços.

disse...

O mundo está deprimido!!!
Socorro!!!!

Essa coisa de jogar crianças pela janela virou moda.
Minha vó diz que é o fim do mundo.
Vamos encher as salas dos analistas e engordar as contas dos laboratorios do prozac e tudo o mais. Tudo para tirar o mundo da depressão!!!!

Michell Niero disse...

Marcelo, ótima análise!

De fato, o suicídio, assim como ocorre no mundo empresarial, passa por um processo de terceirização.

Aí eu me pergunto: cadê aquela auto-destruição dos clássicos depressivos? Sou tradicionalista nesta aspecto.

Lomyne disse...

Ah, Marcelo, minha vida profissional é justamente o que explica as opções que me deram: eu só me fodo no trabalho...

E quanto a eu ser uma ansiosa danada pra blog, sou mesmo. Mas relaxa, você não concorre nunca ao troféu espanador, já que seu padrão é duas vezes por semana. E eu sou leitora reclamona mesmo... O povo que se acostume! Tá pensando o quê? Eu su uma leitora das boas! E não é qualquer um que me deixa nessa ânsia de conteúdo, eu tenho que gostar muito. Acho que ganhador do Troféu Espanador tem mais a agradecer do que ficar de bico! (modesta eu, né?)

Lomyne disse...

Emenda: na média, a tendência dos amigos é te supervalorizar. E no meu caso, não foi coragem, foi remédio pra depressão mesmo! Eu tava precisando...

Dan Souza disse...

Né???
Pra que acabar com a própria vida???
Daqui a pouco a depressão acaba e a pessoa percebe que foi só "fricote".
Mas enquanto a depressão não acaba, o bom mesmo é procurar alguma coisa pra se distrair...
Jogar alguém da janela, por exemplo, já virou até moda.
Agora as pessoas não se jogam mais da ponte, jogam os outros pra se distrair e vê se consegue escapar da monotonia da depressão!

¬¬'

Anônimo disse...

hehe é tempos modernos os que vivemos.

Tome cuidado quando você ver alguém triste, e uma janela, faca ou alguma coisa que te possa machucar por perto.

Anônimo disse...

Sabe, meu pai é meio depressivo, graças a Deus não moramos num prédio ou sobrado.

oO

Texto muito bem formulado.

Até