terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Sei não... mas parece flashback...

Coisas do carnaval. No final da folia, já podemos fazer um balanço do que foram os dias em que Momo reinou. Surpreendentemente, chegamos à conclusão que, entra ano, sai ano... é sempre a mesma coisa.
Há algo de paranormal nisso, compare com a gente.

1. Uma escola de samba homenageando um Estado do norte/nordeste que liberou dinheiro público aos montes para ela. Os enredos oscilam entre o profundamente chato e o plenamente desinteressante.
(Beija-flor e Mangueira)

2. Imagens repetidas de bailes com os seguintes tipos: pessoas vestidas com fantasias da moda (tropa de elite), pessoas vestidas com fantasias tradicionais (havaiana), caras sarados com copos de cerveja na mão andando arrastando o pé para frente, homens vestidos de caricaturas de mulher na rua e achando isso o maior ato de transgressão do mundo;

3. Jornal nacional mostrando a folia em todo o Brasil (Bloco de bonecos em Recife, Ivete Sangalo na Bahia e escolas de samba no Rio e SP) e esquecendo do resto que acontece no mundo.

4. Sambas que possuem frases de efeito como “chora cavaco”, Olha o escola X aí gente”, e o tradicional “oooooi” sem o qual o carnaval nada seria.

5. Propagandas de preservativos do governo que tentam convencer um cara que passa os quatro dias embriagado a usar camisinha e não dirigir daquele jeito.

6. Uma escola de samba polêmica (esse ano foi a Viradouro)

7. Uma BBB curtindo a folia como prêmio por ficar exposta 24 horas para o país e não poder nem futucar o nariz de vez em quando.

8. Concursos de pessoas que acham que as marchinhas não devem morrer (sic). Profusão musiquinhas sobre “a pipa do vovô”, “Cachaça”, e que terminam sempre do mesmo jeito “lá, lá, lá... se acabar na folia”.

E vai por aí...
Se você perdeu.... Fica triste não... ano que vem tem mais...
De novo e igual.
Postar um comentário