sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

O currículo...


Bom senso é coisa que todo mundo tem.
Mas poucos usam.


Sempre vejo esse assunto de forma recorrente em revistas e jornais. Mas acho que as pessoas abordam o tema de maneira acadêmica demais e decidi rasgar o verbo. Vamos lá...
Há algumas coisas que são um tiro contra a própria carreira profissional e o currículo é um local onde estas armas serão disparadas a seu favor ou contra você.

Por exemplo

Seja objetivo - Todo mundo sabe a importância de se ter uma formação diversificada, mas o seu futuro patrão vai entender como encheção de lingüiça aquelas lista de cursos que você fez e que não tem nada a ver com o cargo que você pretende. Não se esqueça de que não há relevância mencionar o seu curso de arranjos florais se você pretende um cargo de contador.

Não use currículos comprados em papelaria só para você preencher. Do ponto de vista do avaliador, seu material não vai servir nem como rascunho. Aproveite para fazer do seu CV o seu cartão de visitas.

Eu sei que moças gostam de rosa, mas um currículo em folha rosa só serve para quem pretende um cargo de Barbie.

Saiba que a melhor maneira de fazer o currículo de um recém formado chamar atenção é o desempenho dele na faculdade e isso é visto pelo estágio. Leve o estágio a sério. Pedir para alguém assinar seu estágio é uma péssima maneira de começar no mercado de trabalho.

Não se identifique demais. Tem gente que começa colocando todos os números de documentos, insere toda sua formação (desde o jardim da Infância). Vá direto ao ponto. Sua formação pertinente ao cargo que pretende ocupar, formação complementar relacionada, experiência e contato (e-mail, telefone..)

Cuidado com o e-mail! Deixe aquele seu e-mail gatinha22@hotmail.com , morenosarado@gmail.com ou menininhakrente21@uol.com.br para os seus colegas de msn. Crie um e-mail de trabalho que não esboce suas preferências ou ações na internet. Seja discreto.

Faça uso do bom senso. E poupe os avaliadores de darem risadas às suas custas e o pior, não conseguir o emprego desejado.

Postar um comentário