quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

A teoria da emerdificação do mundo

Sei e concordo que tudo no mundo tem dois lados, mas acho que as pessoas exageram nas tintas quando pretendem se mostrar grandes leitoras do mundo que as cerca. Sempre que aparece alguém com uma notícia muito boa, antes que algum mortal se anime, sempre vem um MAS... É a famosa teoria de emerdificação do mundo, ou seja, independente de o quanto melhore, ainda assim vai ficar uma merda pior do que já está. Os pessimistas acham que , se as coisas continuarem como estão, ainda vamos acabar comendo merda e os que adotaram a teoria da emerdificação do mundo acham que não vai haver merda para todo mundo.
Aumentou a produção de biocombustíveis, estamos caminhando para um mundo menos poluído... MAS o ser humano vai usar terra para plantar cana ao invés de comida, além disso irá devastar grandes áreas para gerar combustível... o mundo vai piorar tanto...
O Brasil apresentou crescimento econômico acima da média,.... Oba! MAS, o aumento de riquezas irá aprofundar as desigualdades e tendemos a ser um pais cada vez mais de miseráveis. A riqueza do país não ameniza sua desigualdade.
Bom, mas o melhor de tudo é que podemos pagar nossa dívida externa e ficar de bem com os credores internacionais em definitivo. Já começo a sorrir... MAS o ônus da geração desse caixa é uma forte estagnação nos investimentos sociais e do pagamento de juros altos pelo governo.
Na área de saúde, descobriram um remédio capaz de curar alguns tipos de câncer... MAS, de que adianta se o custo é alto e esse medicamento não chegará às classes que precisam mais.

***

- Duas amigas se encontram na rua. Conversa vai, conversa vem:
- Viu de quem o seu EX está noivo?
- Não.
- Da Claudia.
- Não conheço, mas para ficar com ele deve ser burra.
- Não. Não é nada, garota. Ela é autora de livros, doutora em literatura comparada e sociologia pela Sorbonne.
-No mínimo, com esse currículo, deve ser horrorosa.
- Bem, todo mundo diz que ela se parece demais com a Angelina Jolie e tem o corpo da Flávia Alessandra, sabe, a da novela...
- Ah, mas uma mulher assim só pode ser uma pobretona que está querendo encostar no dinheiro da família dele...
- Que nada, menina, o pai dela é um dos donos da maior siderúrgica da França e da Alemanha, proprietário de uma companhia de aviação e de uma mineradora na Austrália...
- ...
- ...
- Mulher com essas características normalmente são umas porcas, sofrem de gases e quando ninguém vê tem mania de enfiar o dedo no nariz..
- Ah sim.. isso é verdade, concordo com você amiga... aí que nojo, coitado do seu EX.

***
Mas sempre tem que ter um MAS...

8 comentários:

opatifundio disse...

Tem a desmerdificação também. É aquele cara que começa otimista, prossegue com um "mas" e termina com um "se bem que observando por um outro prisma...".

Trevo sem Folhas disse...

Também estou cansado de MAS e só ouvir esse lado ruim. O que marca as pessoas atualmente são os defeitos e não as qualidades. Dizem-se realistas sendo pessimistas, mas acredito que a realidade não é 100% motivo para pessimismo. Vários indivíduos confundem realismo com pessimismo fazendo com que a linha que os separam curvem aos seus anseios e afirmações.Também estou formulando uma teoria das pessoas que não sabem perder, não possuem argumentos para falar mal aonde não encontram e dizem qualquer coisa.Tem um presente p/ vc no blog...vlew

Laila disse...

Ah, agora eu é que venho com um MAS do tamanho do mundo. MAS que mulher nunca desdenhou de um ex? E digo mais: aposto que os homens também se utilizam deste recurso vez ou outra.
Sobre a teoria da emerdificação, acho que o pessimismo coletivo é uma bela forma de se parecer intelectual. Convenhamos: é infinitamente mais fácil acusar do que defender.

Laila disse...

Ps.: Agora me lembrei de uma coisa que já disse aqui: "tudo o que é forçado é ridículo". Se enche o saco encontrar um pessimista que vê m**** em tudo, também é chato até o limite da exaustão conviver com gente estilo "Poliana moça", que fica querendo ver o lado bom de tudo (até da m****)

Hydra disse...

As pessoas dizem que sou alienada porque não me ligo nas notícias do Brasil e do mundo, não assisto TV e não dou importância para os jornais e revistas.
Mas aqui entre nós... Vale a pena?

Não adotei a teoria da emerdificação do mundo, nem sou pessimista, só acho que não compensa mais tentar mudar. É melhor deixar a humanidade se autodestruir. E melhor ainda se não sobrar um só exemplar da espécie humana sobre o planeta. Aí sim eu acredito que as coisas podem melhorar.


PS: Te indiquei pra um selo aqui http://blog.i-neko.com/?p=153

Euzer Lopes disse...

Olha, esse papo de mulher, parece que eu e você tivemos a mesma inspiração esta semana. Depois dê uma passada no meu blog e confira.
Sobre esse MAS, eu também uma vez comentei a FORÇA DO PENSAMENTO NEGATIVO, mas não fiz de uma maneira tão ampla como você falou dos medicamentos, dos biocombustíveis e do crescimento econômico, mas daquelas pessoas que, quando os amigos estão combinando o fim de semana na praia, chega um e diz: "MAS EU OUVI FALAR NA TV QUE VAI CHOVER".

Wander Veroni disse...

Oi, Marcelo!

No jornalismo hardnews tem sempre esse mas nas notícias....é uma crítica que faço sempre. Tudo bem notícias ruins chama a atenção, tem audiência, mas o mundo não é feitos só de tragédias, é preciso ter contraponto de vez em quando.

Cara, mulher conversando é assim mesmo...uma competição fora do comum...a ex não parou até descobrir um defeito que comprove que a outra é pior do que ela...hehehe.

Abraço

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Eu criei até uma comunidade no orkut que se chama: Maldito "Mas".
Eu criei depois que fiz uma entrevista de emprego e o gerente da empresa, disse que tinha gostado do meu currículo, "mas", eu não tinha o perfil que eles estavam buscando.
Interessante essa teoria da emerdificação.