sábado, 14 de junho de 2008

Garimpeiro de leitores

Escrever em blogues é um ato de garimpagem. Todos querem ser lidos, mas nem sempre querem ler, disse-me um colega de blogue em um comentário há poucos dias. Concordo com ele. E de lá para cá passei a observar o fluxo de visitas a partir dos comentários deixados no Saco de Filó e mesmo em outros que visito com freqüência maior do que os meus comentários deixados lá dão a entender.
Gosto do prazer do bom texto, pelo simples prazer do bom texto. Ars Gratia Ars (A arte pela arte). Hoje, entendo que os comentários mais toscos são decorrentes de uma lógica bem particular. Por aqui, já ironizei, já escrachei os colegas do “kkkkk legal seu texto. Visite o meu blogue”. Mas, atualmente, entendo como alguns mecanismos funcionam e pego menos pesado. Aos nossos textos, chegam diversos tipos de leitores e vejo, nessa diversidade, material para pensar. Eis os leitores comentadores:

O Voraz - Lê porque se sente compelido a ler por sua natureza. Vai do início ao fim e ainda deixa um comentário de uma pertinência que impressiona. As observações deixadas instigam a gente a ir no blogue do cara sem ele precisar dizer o clássico: visite meu blogue. Figura rara, mas se você tem um cative-o, pois isso é como o ouro.

O autômato - Lê como uma máquina e com uma ansiedade louca de chegar ao fim. Parece estar bebendo um remédio ruim. Vira tudo de uma vez ao estilo leitura dinâmica. Normalmente, faz uma vaga idéia do que você falou e faz um comentário superficial. (Tipo: É, acho que as pessoas são o que são. É isso aí. Visite meu blog.) Desperta curiosidade de saber: sobre o que escreve esse cara? E nos atraem, às vezes, para o blogue deles.

O distraído – Lê, mas é como se não o tivesse feito. Comenta uma opinião como se discordasse de você, mas no fundo não está divergindo em nada. Ele é que acha que está porque não entendeu uma linha do texto. Normalmente, assume uma postura rebelde quando discorda e não faz idéia do quanto chega a ser cômico. Às vezes, nos desperta a dúvida. Esse cara sabe ler no sentido mais amplo da palavra? Deve ser engraçado o blogue dele, vou lá comentar um vídeo do youtube.

O trapaceiro – Não lê uma palavra. Quando muito o título do que se escreveu e vê a figurinha ao lado. Precisa desesperadamente de justificar o tópico COMENTE O BLOG ACIMA da comunidade, mas acha que textos com mais de 5 linhas são impossíveis de serem lidos. Deixa sempre um: bom blog, legal. Visite o meu. Um dia escreveram no meu: não gosto de texto, meu negócio é goodies... Passei alguns dias para descobrir que diabos é isso. Mas descobri. Muito a contragosto, Fui ao blogue do cara. Ele me venceu.

O revoltado – Lê qualquer coisa para discordar. Discorda inclusive do que acabei de falar. Normalmente, lê, mas tem uma limitação de raciocínio assustadora e não consegue diferir ironia de crítica direta. Comenta a postagem com um dicionário ao lado que o permite usar termos herméticos que lhe dão um respaldo de vocabulário para encobrir a restrição de raciocínio. Costumam não permitir a visita de volta porque omitem o perfil ou quando não omitem... Meu Deus, melhor não tivéssemos ido!

Escrever em blogues é garimpar bons leitores. O bom leitor te deixa o desejo de ir ao texto dele, pois, com certeza, quem escreve bem, lê bem. E vice-versa. O comentário de um texto é o seu melhor cartão de visitas em um blogue. Tornei-me um garimpeiro de pessoas interessantes e se você chegou até aqui e entendeu aonde quero chegar, acabei de encontrar mais uma pepita de ouro na minha mina de palavras.
Ganhei meu dia.

Em tempo: Nesse mundo sem rosto da blogsfera, sua cara são suas linhas.
E tem gente que anda precisando de uma cirurgia plástica, um botox, uma limpeza de pele... sei lá, algo que dê uma forcinha à natureza.

42 comentários:

Gustavo Ganso disse...

Realmente é muito triste a situação dos garimpeiros.

Você fez um texto sobre os tipos de leitores! Viu minha sugestão num comentário ou foi coincidência? Afinal, fazendo uma série de postagens sobre a blogosfera, em algum momento teria de falar do mais importante elemento do blogue (pelo menos na minha opinião).

Nem preciso dizer que está ótimo, mas achei menos ácido que os outros. Você está se conformando com a situação?

até
Gustavo Ganso

marcela p. disse...

§

Acho que não faz uma semana que conheço o seu blog, mas andei passeando por seu arquivo e percebi que a questão "meta-bloguística" é bastante recorrente por aqui.

Posso estar enganada, mas este texto me parece um pouco diferente dos demais. Percebi um tom de cansaço ou, mesmo, melancolia. Pouco da acidez e ironia que caracterizam sua escrita.

Curioso é que, mesmo diante de uma metáfora tão bonita quanto a da garimpagem (que me faz lembrar do "Catar Feijão", do João Cabral), você ainda insista nas taxionomias, nas categorizações.

§

Marcelo disse...

Marcela,

obrigado pela visita. A taxonomia é uma recorrência na minha vida. Mais de 10 anos de pesquisa e não consigo me desvencilhar do vício.
Mas a sua ligação com o Catador de feijão de João Cabral é essa mesma: metalinguagem de blog. Adorei sua relação genial.
Obrigado mesmo...
Grande abraço

Wander Veroni disse...

Oi, Marcelo!

Tb já pensei nessa alusão: garimpar bons leitores é uma tarefa árdua. A blogsfera é grande, tem as suas diversidades, mas o público, por ser disperso, e de várias idades, principalmente, comenta algo subjetivo e de acordo com a realidade deles.

Acho incrível os seus estudos de caso sobre a blogesfera, parabéns!

Abcs,

=]
__________________________
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Lidianne Andrade disse...

acho que sou o voraz
amo ler, amo posts criativos
o seu é tudo
e vc vai analisar meu comentário
hehehe
abs

Lidianne Andrade disse...

acho que sou o voraz
amo ler, amo posts criativos
o seu é tudo
e vc vai analisar meu comentário
hehehe
abs

Zeca disse...

É de deixar qualquer bloqueiro triste receber comentários no estilo- é verdade kkkk vai lá no meu.

Pior que isso é receber do seu próprio parceiro. Eu quando leio de um parceiro coloco a mão na cabeça e penso - onde eu estava com a cabeça quando aceitei a parceria dele, meu Deus.

Querendo ou não isso é normal, e acho que possa vir a piorar, pois a blogosfera cresce a cada dia.

P.S-Procurei o link do seu feed para assinar, mas não encontrei, você não usa?
Há umas semanas falei sobre feed no meu blog,pois encontro muitos blogues sem esse recurso. Vou deixar um link para essa minha postagem, talvez ela te ajude.

http://zecanet.blogspot.com/2008/05/o-que-rss-feed.html

Se você tem o feed, depois me dê um toque, devo ter procurado igual minha cara.

Até

mari. disse...

gostei muito do texto, bem pensado. só acho que estar classificando pessoas, principalmente quem está lendo, pode ser um tanto revoltante para aqueles que sabem que são algo que não gostariam. fui clara? ;/ eu não sei, depois de ler, fiquei com a impressão de que muitas pessoas reclamariam ou se sentiriam ofendidas com isso, não sei porque. falo isso porque eu classifico muito as coisas também, e sempre que exponho minhas classificações alguém reclama. então se este for o teu caso, eu te entendo u.u
mas parabéns :D hehehe

Conquistadores (Didixy) disse...

Espero estar no leitor voraz.

Realmente é muito triste mesmo isso. Eu fico irritado com os comentários que recebo no blog. Eu só não deleto para não entrar em conflito com minha equipe, que tem esperanças que essa pessoa possa voltar mais vezes ao blog.

Desde quando comecei o blog, eu ganhei vários leitores que realmente lêem o que eu escrevo e para acompanhar isso vou te revelar que eu tenho uma planilha no Excel onde eu tenho todos os endereços e nome das pessoas que comentam em meu blog. Todos os posts eu coloco na minha planilha se a pessoa comentou e a nota de seu comentário e digo mais para os blogs que fazem um comentário que não atinge a minha nota, eu NÃO recompenso a visita. Deixa para lá. Agora aquele que atinge minha nota, eu sempre visito, leio, comento e se eu gostar, marco para sempre visitar.

Enfim, é uma pena que não são todas as pessoas que pensam dessa forma.

Eu vou continuar na luta, com meu blog e sonhando um dia em realizar meu sonho.

abs

Anônimo disse...

E o medo de comentar e ser classificada?

Faltou uma classificação mista. Como fazem os vorazes preguiçosos? E quem morre de preguiça de escrever redações na hora de comentar (mas sabe Deus como acha tempo pra postar)?

E, argh, acho ridículo o pedido de "vai no meu blog." Quando me escrevem isso, eu não vou só de birra, só prele aprender a não ser pidão. Um dia, analisando minha revolta, pensei se aqueles joguinhos de comente no blog acima não era um jeito de fazer isso sem ficar com cara de pedinte.

Pelo bem da minha auto-estima, decidi que o Comente no blog acima é uma forma válida de promoção do blog.


Gostei bastante do texto, identifiquei alguns dos meus leitores e quase confessei as mesmas reações. Eu adoro ler sobre o mundo em que vivo, então me divirto com seus posts sobre blogs. Daquelas diversões de começar a rir sozinha na frente do computador e murmurar um "olha, é mesmo! Comigo também!"


E o que diabos é Goodies?

Dan Souza disse...

Eu estou quase colocando um recadinho no lugar do meu 'faça um comentário', estou pensando seriamente em tentar convencer as pessoas de que no espaço pra comentários, as propagandas não são bem vindas...

A gente sempre quer que as pessoas leiam e comentem, mas sinceramente, se for pra comentar: seu blog é legal, passa no meu!
Eu dispenso!
Prefiro nem saber que a pessoa passou lá...
Esse é o tipo de comentário que deprime os blogueiros...

Bjo

ery roberto disse...

Marcelo, aqui cheguei através do blogue do Inagaki. Seria redundante, depois de ler diversos comentários de posts distintos, repetir que sua proposta é merecedora de atenção. Isto está óbvio pelo ineditismo que carrega. É um trabalho interessante e, permita-me, bem feito.

Gostei bastante desta menção sobre ser o comentário de um texto o seu melhor cartão de visitas em um blogue. Perfeito. O comentário ideal é aquele que acrescenta ao texto, amplia seus objetivos e entendimento, ilustrando de maneira pessoal o contexto da publicação. Quando isto acontece é imediata a vontade de visitar o leitor.

Concluo dizendo que, depois de quase cinco anos blogando e comentando muito por aí, acostumei-me a valorizar aqueles que tem "especial cuidado com o uso da língua". A mim não existe nada pior do que um texto mal escrito, mesmo que a idéia, o tema, sejam bons. Blogueiro que se preza não dispensa a revisão, aliás um zelo que não é próprio da maioria.

Parabéns pelo seu ótimo trabalho.

Abraços.

[ SeVeRoH ] disse...

"Nesse mundo sem rosto da blogsfera, sua cara são suas linhas.
E tem gente que anda precisando de uma cirurgia plástica..."

Esse trecho resumiu muito bem o tipo de leitor que não escreve nada de bom e que faz comentários piores ainda! Infelizmente são poucas as pessoas que gostam de ler e as que escrevem bem tb.

um amigo meu ia fazer uma postagem sobre isso uns dias atrás, mas acabou desistindo pq achou que ninguém ia ler mesmo.


um abraço!

Gabi Gabriela disse...

Meu amor por textos vem desde sempre, com os livros. Já a vida blogueira começou ao acaso, quando eu procurava sites sobre determinados assuntos e via q alguns blogs tinham mais conteudo do q muitos sites profissionais por aí. Só me entristeço qndo blogs sao abandonados, deixados de lado. Acho divertidissima a combinmação textos/fotos/videos. É uma forma de se comunicar com qm tem alguma ideia q te atrái, seja concordando ou discordando.
Quanto aos tipos de leitores...prefiro nao entrar em detalhes ueheuheuehe

=**

Rodrigo disse...

Vou confessar não gosto de ler posts enormes que você desce com o mouse e nunca acaba... para as pessoas lerem o post certamente tem que haver um bom título e uma ótima descrição. Se esse for o caso certamente haverá otimos comentários.

Leonardo luiz lino disse...

Acho que é o primeiro blog que vejo classificar leitores por seus comentários.
Mas entendo que hoje a fome de todos os blogueiros para aumentarem suas visitas é tão grande que nem os deixa ler com paciência os posts de outros blogueiros.
Você tem que se lembrar que vivemos na era do egoísmo e egocentrismo,onde quantos mais blogs a pessoa visitar e deixar o seu link,mais visitas deve ter.A Era dos blogs com sentido e bem escritos estão acabando,vem aí a era dos blogs escritos rapidamente e altamente descartáveis,uma pena.
Abs

>> http://topzet.com/

Beline disse...

Sentir-se feliz por ganhar um novo leitor, no sentido estreito da palavra é o motivo de escrever. Comentários em blogs são uma boa a amostra de uma diversidade que além de sádia não deve ser combatida. Ora, comenta quem quer porque sente vontade ou ve-se obrigado por circuntancias criadas pelo próprio "leitor". Um comentário pertinente vence mil "legal, visita o meu"'s. É o poder da opinião sincera, mesmo que as vezes mal colocada! Comentar não é bem uma questão de estilo literário, mas de opinião, clro que opinião, pertinencia e um bom texto não fazem mal a ninguem, mas não sejamos facistas da bloguesfera. Não acredito que você seja um deles, a julgar pelo tom do texto, que além de fazer voz a muitos blogueiros, compreende as razões e as aceita como frutos de mecanismos inerentes a esse universo.

Ps1. Ok, o que é Goodies?
ps2. Passa lá no meu (brincadeirinha...)!

Gustavo J. Barreto disse...

sinceramente eu achei que esse seria mais um post que logo abaixo do meu comentário teriam vários "kkkkkkkkk...amei seu texto e vista meu blog"; mas acontece é que esse povo nem chega a ler, o que prende a atenção mesmo são leituras pequenas, frases que dão logo o recado e acabou. A pior coisa da sociedade hoje em dia é a preguiça. Abço

Cisco disse...

Belo Texto kkkkkkk visita meu blog ai... http://borarir.blogspot.com/


Hehehehe zueira... então... Cada leitor tem um pouco de cada tipo de leitor... A Blogosfera é isso, cheteia a gente, mas fazer o que?

Abraços
Cisco

Sombra, o Homem disse...

há outros tipos:

o q lê e comenta de acordo com os comentários passados!
e aquele q está bem com a vida, e sempre diz "amei", "gostei muito", etc.


www.tirashd.blogspot.com
www.1irmao.blogspot.com

Tragicomicuzinho disse...

análise muito boa!!

ja ta nos favoritos.

abraço

Butterfly F.M disse...

Infelismente é verdade, eu fico muito triste quando há comentários sem conteúdo em meu blog, do tipo "Blog legal, passa no meu" e deixam uma carinha para desfarçar a cara de pau de não ter lido, embora eu confesse que, as vezes é difícil fazer um bom comentário em posts sem muita lógica como você sita no texto, normalmente eu tento expressar minha opinião se alguma forma construtiva...
Me perdoe mas seu post está excelente...
valew!

Walace disse...

Caramba. Tava sem comentar em bloggues a muito tempo, meu. Vi que algumas coisas mudaram drasticamente desde a ultima vez que comentei em algum outro blog. As pessoas pelo que vi, mudaram de poesias melancolicas, para religiosas? Que coisa, né?

Bom, eu não esperava , dito isto, que eu achasse um texto com tanto sentido como o teu. Impressionante.

Abração cara, e acabou de ganhar um leitor.

http://clickfilmes.blogspot.com/

J.B disse...

bem o que mais é necessário dizer depois d eler tudo isso, apenas tirei mais uma lição de vida, parei e refletir sobre o que eu ando escrevendo por ai, pois devo admitir que certos blogs me cansam, por falar sempre das mesmas coisas e muitos sem nem conhecer o assunto direito, não saio atras somente de telentos impressionantes mais de blogs que falem o que quiser falar mesmo que seja apenas contar o seu dia triste ou alegre mais que faç isso de uma foram interessante e sim para esses muitas vezes e infelizmente já usei o "Bom seu Blog parabéns" e claro nunca mais voltei por lá, agora lendo isso, me pergunto se fiz o certo? e percebi que não, eu poderia ter dito de verdade que achei meio sem sentido e sem nexo e dito tente melhorar, eu sou adepto a criticas construtivas e aproveito para dizer que se um dia pelo meu ego que muitas vezes fica lá em cima eu vier a postar algo que esteja definitivamente ruim por favor me tragam de volta a realidade! rsrsrs, afinal não é só por que amigos, familiares nos dizem que escrevemos bem que temos sempre a capacidade de fazer isso tão bem.
Existe mesmo varios tipos de blogueiros e tenho tido a sorte de passar por blogs interessantissimos nesses ultimos tempos,e isso tem sido de grande valor, seu post é muito bom, falou tudo nele, e parabéns pelo blog, acho melhor ficar por aqui antes que acabe criando um post ao invés de um comnetário!

Cleidemar disse...

Eu estava pensando em escrever sobre os tipos de blogs e quais os possiveis entuitos dos blogueiros que os fazem...e ai caio aqui e leio esse texto...estou de comum acordo com vc...
O cara quebra cabeça valendo tendo achar o melhor jeito de por em frases e paragrafos oq pensa ou sente, e vai a tal comu dos "comente o topico" pensando em achar outras pessoas que leiam seu texto, concorde, ou descorde, mas consiga dexar evidenciado isso em um comentario, até para termos discuções mais amplas dos assuntos tratados ..e o cidadão vem com KKK, ou um ?"legal seu blog"...bah e de dar nos nervos...
eu ainda escreverei sobre as pessoas que criam um blog para postar videos do youtube (convenhamos, quem quer ver videos vai direto a fonte),ou posta textos de outros autores ( o que se leva a isso?,seria um fã?)...enfim...

mas o livre arbitrio existe para ser respeitado...so nao me peçam para comentar decentemente algo que nao há como comentar...

abraços...

Reporter x disse...

infelizmente ás vezes sou o trapaceiro
soh as vezes
=D

Guilherme disse...

isso é verdade
ninguem quer comentar
mas quer visitas a seu blog
meio egoismo ne?
hehe
abraços

Geraldo disse...

Dependendo do post do blog, eu viro um tipo diferente de leitor. Existem blogs ótimos, criativos, que me fazem ler e reler o texto, rir, refletir, e ficar pensando nele. Mas as vezes o blog é tão ruim, ou o texto é enorme, que não dá vontade nem de comentar...

Hoje, dia 15 de junho, é dia internacional dos comentaristas de blog>> é o que eu vi no Pensar Enlouquece, Pense nisso.

Maiara Maria disse...

O que você escreveu é, de fato, verdade, mas olhando seu link de blogues sugeridos, eu acho que você se contradisse.

Leonardo Werneck disse...

Cara, gostei daqui, gostei muito do teu texto também.
existem milhares de blogs, mas muitos sem qualidade, ou pouca qualidade, é preciso realmente fazer uma garimpagem realmente e não somente de leitores, mas também de autores.

Abraços.

Vou linkar vc.

W.G.A disse...

Legal isso reaalmente acontece...
bons post esse seu, vou indicar seu blog para garimpeiros. kkk

http://galeriadearquivos.blogspot.com/

Abracos

Gustavo Ganso disse...

Ainda bem que não se conformou...Logo vai dar pra escrever um tratado da blogosfera, ou O manual prático para se evitar o visitante indesejável. Será? Eu queria ter muitos visitantes, mas agora que o volume ascende, eu só quero qualidade! Olha o que esses textos fizeram!

sobre o seu comentário.
Esse Sr F é de facto uma experiência cinematográfica. E quanto ao texto da assassina, eu peguei referências dos filmes citados, sim.

até outra
Gustavo Ganso

Lomyne disse...

Tá ok, to me achando de novo, entrei pra lista ali do lado já no meu primeiro comentário. E pela sua definição, eu sou voraz.^^

Você já reparou que o slogan da minha casa é um blogzinho azul sem importância, né? Nos idos de 2002, um cara que tinha um blog famosésimo batia altos papos comigo no ICQ (pois é, sou do tempo do ICQ) e me disse que muitas vezes se cansava de seus milhares de acessos sem qualidade. Disse que "queria tem um blog como o seu, um blogzinho azul sem importância." Eu muito pateta, retruquei "eu não tenho um blogzinho azul sem importância!" Tempos depois entendi a real dimensão da expressão e sabe que hoje em dia amo meus parcos acessos? O Inagaki também me veio com essa uma vez, de que trocava os acessos dele pelos meus... E assim ficou meu slogan até hoje, mas não tenho autorização para contar quem batizou.

Recomecei em março desse ano, conhecendo blogs novos, garimpando feito uma desesperada e confesso que quase nada presta hoje em dia, às vezes me dá um desespero! Fora que tem uma turma de blogs mediana, mas tão arrogante...

Nina Ferreira disse...

Nunca fiz uma análise tão densa dos comentários e blogs alheios. Mas, duvido que consiga fazer melhor.
Gosto, realmente, dos seus textos, você escreve muitíssimo bem. Seus textos são como um novelo de lã, onde a medida em que lemos ele vai desenrolando. É isso.

Espero não estar sendo metalinguística (o que é impossível, pois todos os comentários sobre esse texto serão.). Ou então que seja positivamente.

Abraço.

Victor Moraes, disse...

Prieira vz que venho ao 'saco de filó' e já me deparo com um texto gigamos assim, 'polêmico'. Afinal, engloba todos da blogosfera em determinado aspecto.
Concordo quando você disse que todos querem ser lidos (e não ler).
Acho que existem coisas mais importantes que o número de comentários ou a tentativa de ter um blog mais popular que o de Surfistinha.

Eu não me defino em nenhuma das opções dadas no texto.
Acho que - pra mim - o meu comentário depende do texto que leio.

Aí posso ser voraz ou até distraído.



ah, propagandas jamais.rs

disse...

Ahhhhh
Me desculpe, mas não posso fugir a regra: Bom blog, bom texto!!!
rsrs
Apenas uma brincadeira!

Sempre que escrevo fico esperando mesmo que as pessoas leiam e concordem ou descordem com outro belo texto, mas isso nunca aconteceu.
Tem bons comentarios, que gosto de verdade, mas nenhum 'texto resposta'.
Acho que é a sindrome do querer ser visto mas fechar os olhos para os outros...

A proposito: o que é 'goodies'?
rsrs

Abço!

Filósofo Platão disse...

ótimo Blog Marcelo!
você escreve muito bem, e usa excelentes palavras no contexto.
A sua definição de leitores foi ótima, o que é realmente uma realidade.
Comei a "blogar" a pouco tempo, e só o fato de saber que alguém gostou do meu texto e dar algumas risadas já faz valer a pena escrever, pois afinal, escrever é uma arte! rs.
continue com seus excelentes texto...
Abraços!

adriana lins disse...

ei marcelo.
no intuito de não "contrariá-lo" e identificando-me com seus apontamentos acerca do perfil daqueles q lêem os blogs deixo aqi meu abraço apertado.
ainda não decidi em qual perfil me incluo. no entanto, somos afins - tenho 38 anos recém-feitos, geminiana, descobnheço meu animal no zodíaco, e adoro a palavra, apesar de desmerecê-la eventualmente. trabalho, bom, estou apática, deslocada nesse mundo q construimos, mas advogada nas horas necessárias.
foi um prazer. estarei cativa por aqui.

*.*Allegr!a*.* disse...

MAravilha...

É isso mesmo!
Arte pela arte, é para poucos!
Eu estou na busca por blogs interessantes, e venho aqui dizer ao senhor que isso o inclui!

Antes eu tava sem saco mesmo, mas agora eu tenho o de filó!
Volto sempre!

Beijo

Autora disse...

Realmente eu preciso de uma aplicação de preenchimento e uma de botox. Tenho uma ruga de expressão que minha mãe define como "uma machadada no meio da cara". Acho que ela faz isso prá me animar!

Mas, indo ao texto... Nunca fiz uma análise desse tipo sobre os leitores. Também tenho meu blog e os assuntos não são nada relevantes, sabe. O problema é que, mesmo não sendo relevantes, eu gosto de escrever e às vezes eu fico no ônibus pensando no que vou escrever quando chegar em casa. Ou seja, eu poderia estar dormindo, mas estou pensando no que escrever.

Então, quando recebo um "muito legal" de comentário, confesso, fico frustrada. Poxa!

Eu percebi que eu também não tenho 'saco' prá ler tudo. Ou melhor, que não gosto de ler certas coisas. Por isso, antes de "comentar no blog acima" tenho dado uma olhada antes para ver sobre o que se trata.

Anônimo disse...

esse é um texto que todos os bloguistas deveriam conhecer...na verdade o termo blogueiro não condiz com a realidade. bloguista lembra uma profissão por causa do sufixo ista...pode pesquisar.
Os leitores merecem bloguistas e não blogueiros

nando alves
http://estrondo.wordpress.com/

Dário Souza disse...

Dei risada lendo o post,vão fazer duas semanas que entrei pra esse mundo de blogs e tal,e me indentifiquei com suas ideias e com alguns tipos descritos,axo que sou um meio a meio de voraz com o automato =/.Mas sabe nesse pouco tempo tenho conhecido blogs legais e interessantes que tem algo a dizer e nao tao la pra enxer linguiça,e percebe-se que os seus donos fazem akilo porque gostam nao simplesmente por ibope,e vc é um deles cara,curto muito seu blog,e admiro a sua pessoa,e valeu por ta sempre mostrando presença no casablanca.