quinta-feira, 7 de junho de 2018

Curta história curta - Parte I: O influente

Durante uma vida gozou do prestígio de ser filho de juiz, neto de promotora e afilhado de ministra. Todas as portas se abriam para ele quando anunciava suas relações pessoais. Mas faleceu como todo mundo, seja influente ou não. De súbito e tão cedo, as pessoas diziam.  Tão bem relacionado não deixou seus contatos de herança para nenhum herdeiro. No velório, seu pai, juiz da 2ª divisão de futebol da cidade, sua avó, promotora de vendas da Natura e sua madrinha, ministra da eucarística davam as mãos e rezavam por sua alma.
Nesse momento, era recebido no céu por São Longuinho, o procurador (depois de 3 pulinhos, é claro)
Postar um comentário