quinta-feira, 16 de junho de 2016

Chinese food... aperte o cintos os cachorros sumiram.

Aprendemos desde pequeno que a gastronomia mais exótica do mundo é a chinesa. Lá, come-se de tudo, cachorro, rato, escorpião, cobras e aranhas (por favor, sem trocadilho)... E se você ficar de mimimi, eles comem você. O fato é que se o sujeito ficar cheio de frescura num país com um bilhão e meio de pessoas no dia seguinte ele entra no menu.
Aí, vez por outra, vem um pesquisador mostrar que a concentração de proteínas em uma lesma crua é superior a de um bife de picanha. Eu tenho curiosidade de saber se alguém leva isso a sério e substitui a picanha na pedra por uma lesma no mármore. Geladinha e crua... Argh!
Os nossos atletas estão tiveram que superar suas restrições alimentares e readaptar-se ao cardápio oriental durante a Olimpíada por lá em 2008. Olimpíada na China é algo mais ou menos como aquele programa que a Globo passava “NO LIMITE”. O cara corre, nada, se esforça e ainda tem que passar pela prova da comida. Só falta o Zeca Camargo fazendo as honras da casa.

A China também reproduz o famoso Big Brother China. Todos os que discordam são mandados para uma casa e aos poucos vão sendo eliminados. E daí para o paredão um depois do outro... É só discordar do governo. Experimenta. Eles são pioneiros nesse tipo de very very reality show. A única diferença é que, quando acaba o programa, ninguém posa para a playboy ou faz participações em outros programas de TV.
Mas e a comida... Vejo, na TV, um cara comendo escorpião.
E penso:

E eu que faço cara feia para jiló e rabanete...
Iria ter que levar lanche de casa.

Em tempo:Os atletas brasileiros eram facilmente reconhecidos, pois carregavam sempre consigo uma lancheira com a logo do COB. Sábia decisão, sábia mesmo... 
Postar um comentário