quinta-feira, 9 de abril de 2015

Por trás de um grande homem

E seu eu te dissesse que por trás de toda grande mulher, tem um grande homem. Um, dois, três... lá vem pedrada: machista, preconceituoso, sexista etc. Mas e se eu repito lugar-comum e digo que por trás de todo grande homem existe uma grande mulher. Bom, aí melhorou e soa como uma verdade, algo sensível vindo de alguém que saber valorizar a mulher. Mas espera aí, vincular a grandeza de alguém a outro só variando a questão de gênero não é só trocar o preconceito de lado.
Penso que pessoas grandes são grandes por si e podem ter por trás um homem ou uma mulher, ou mesmo, não ter ninguém. Pessoas grandes são grandes porque assim o são, porque pensam grande e agem de forma grandiosa mudando a sua vida e as dos que o cercam.
Por trás de um grande grande homem pode existir uma grande mulher ou várias grandes mulheres, um outro homem ou vários outros homens. Ou pode não ter simplesmente ninguém, afinal, ele é grande.
Incomoda-me esse tempos em que A + B é puro e justo, mas B + A é abominável. Tenho medo da ideias que são belas e justas quando lhe convém e impuras e preconceituosas quando não lhe convém. Ainda que a ideia seja basicamente a mesma.
Postar um comentário