quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Activia, intestinos e outros assuntos constrangedores

Uma coisa que gosto de ver é a desenvoltura e naturalidade com que a Patrícia Travassos fala sobre prisão de ventre ao encontrar com algumas moças na praia. Só de olhar para elas, ela já percebe que estão fazendo cocô todo dia. Juro que passei a observar as pessoas na rua e especular: esse faz todo dia, aquele ali não, aquele outro faz... Sinto que com o treino vou poder olhar nos olhos de cada um e dizer com segurança: - esse sim é um cagão cotidiano.
Faço piada, mas acho legal que se consiga falar de um assunto que é de interesse de todo mundo, afinal todos comem e todos têm intestino.  Meu filho, por exemplo, adora a musiquinha em que um cocô conta sua triste história e eu incentivo para que ele entenda que isso é plenamente normal.
Torço para o dia em que outros assunto se tornem menos tabu e as pessoas falem sem paranoias sobre impotência, ejaculação precoce, gases, corrimentos, hemorróidas. Não precisa ser tão descarada quanto a Patrícia Travassos ao encontrar alguém na rua.

- aí, hein, estou vendo pela sua cara que parou com aqueles puns horríveis.
ou
- olha, pelo seu jeitão vejo que os dias de brochinha acabaram.
ou
- Sentado tomando cerveja, hein.. deixa eu adivinhar: hemorróidas nunca mais né?

Convenhamos que é indiscreto, mas é engraçado.
Postar um comentário