quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Viver a vida no Leblon... cuidado com o José Mayer. Ele está à espreita.


Que o Manoel Carlos gosta de dar papéis de bicho-papão ao José Mayer todo mundo já sabe, mas acho que ele está levando as coisas ao extremo. Minha esposa, noveleira de carteirinha, me disse hoje que a Taís Araújo, a Helena, não vai ficar com Marcos (José Mayer). Ela vai ficar com o Thiago Lacerda que, na verdade, é filho da Marcos e ele não sabe. Ah... a filha adotiva também é, possivelmente, filha dele de verdade. Seguindo esse roteiro, eu dou uma força ao Manoel Carlos.
Taís Araújo descobrirá que também é filha do José Mayer e, por conseqüência, irmã da Lilian Cabral (que também é filha do José Mayer). Manoel Carlos, que também ficará sabendo que é filho de José Mayer se desentenderá com o diretor da novela, seu irmão por parte de pai. Eu fico por aqui me perguntando por que pegam tanto no pé do José Mayer.
Pai, perdoai-lhes...

10 comentários:

Montanari disse...

Bom, eu odeio as novelas do "Mané" Carlos, porque ele só faz novelas chiques, de gente da alta sociedade que vive no Leblon e come caviar todo dia de café da manhã. Novelas elitistas.
Parece que ele só conhece esse universo.

Amanda disse...

Hahahah

Adorei.
Cada vez que assisto à novela (essa ou qualquer outra), me sinto chamada de burra diversas vezes...
Esses autores são tão badalados, mas sinto que falta talento para escrever uma trama não tão previsível...

Flávia Damato disse...

Novela levada a sério é razão para tratamento psiquiátrico de quem assiste. Se analisarmos tudo o que o autor faz e desfaz numa novela, as idiotices mostradas, os gritos que ninguém escuta (só quem assiste), "piramos o cabeção". Corremos o risco de ficar como essa gente que bate nos vilões, xinga sua 5ª geração, e por aí vai...

Falando do "Mané", em especial, do jeito que anda o Rio, melhor mesmo ele ficar no Leblon. rs

Agora, eu jamais trocaria um José Mayer por um cara que fala igual ao Sean Connery: "Cheu cheiro me echita!"
Mas isso é uma questão de gosto mesmo; e como gosto não se discute...

Bjs!

P.S.: É um senhor "bicho-papão"! Cinquentão puro charme! rs

Trevo sem Folhas disse...

Marcelo, por acaso seu pai se chama "José"...?

LL disse...

Marcelo,
Eu não conheço a novela, mas para além de me ter divertido muito com a tua descrição e de ter ficado com os olhos trocados por tantos filhos e filhas, fiquei com pena do José Mayer...

Grande abraço
Luísa

Drika Sanz disse...

Essas novelas são muito idiotas, mas acho que não vale a pena ficar analisando as cenas ou os personagens, porque novela é feita para alienar mesmo a população e reproduzir as ignorâncias da sociedade.
Não é que o Mané teve a ousadia de na Semana da Consciência Negra, colocar uma negra de joelhos pedindo perdão a uma branca por uma coisa que ela não fez... Aff!!

Marcus "OROCHI" disse...

Esse Zé Mayer é perigoso mesmo. Numa pesquisa recente, perguntaram a várias mulheres se elas transariam com o Zé Mayer e apenas 20% responderam que sim. As 80% restantes responderam "De novo?"...

Aline Dias disse...

Olha. meu pai tem 5 filhos e se chama José, mas não mayer.

Iúri disse...

É por essas e outras que compararam um tempo atrás o José Mayer com Chuck Norris.

O cara é bom mesmo! Só ele consegue ser o pai de todo o elenco de uma novela :D

Abraços.

Mulher de Fases disse...

Apesar de não assistir mais novelas devo confessar que José Mayer me deu medo!