terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

É carnaval... imagens e flashes.. sempre mais do mesmo.

Entra ano e sai ano, é sempre o mesmo. Um BBB na avenida, muvuca em Salvador (calor, um monte de gente se acotovelando, barulho ensurdecedor, um cheiro de suor desgraçado... enfim, folia), tradições estranhas de roupas brilhosas e sempre alguém dizendo que aquele é o maior bloco no mundo (Claro, aquilo só tem ali). Por fim, no Rio, um puxador de samba gritando "oooooiiii" antes de começar um samba e, na Bahia, alguma cantora super sexy gritando "sai do chão" em cima de um trio elétrico.


Mas há os personagens dessa folia que são o tema dessa postagem. Foliões anônimos que trazem alegria, ilustram as fotos de jornais e tornam o carnaval a eterna festa do "mais do mesmo" sempre.

Os filhos de Gandhi

Um dos mais tradicionais blocos do carnaval baiano, os filhos de Gandhi, vem seguido pelo bloco, as ex-esposas de Gandhi e o carnaval fecha em uma enorma batucada com o bloco Advogados das ex-esposas de Gandhi em frente ao fórum de Salvador.

Nesse momento, vestidas com roupas tradicionais de peruas e documentos nas mãos, é feita a tradicional cerimonia de lavagem de roupa suja nas escadarias do prédio e em frente ao juiz.



Postar um comentário