quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Hay qualquier cosa, soy contra...

Dizem que pior do que ser contra ou a favor é ficar em cima do muro. Sei não. Tem muro que nos dá uma visão tão boa do que acontece lá embaixo que vale a pena não descer por mais um tempo.

O problema é que existem pessoas que, em um ato louco e desesperado de parecer inteligentes e politizadas, assumem posturas muito estranhas. Quando obrigaram o uso do cinto de segurança teve gente questionando o direito constitucional de não usar, quando restringiram o fumo às áreas externas, invocaram o direito de ir e vir (de preferência soltando fumaça). Atualmente, apertam a fiscalização sobre o consumo de álcool para quem vai dirigir e se reclama o direito (mais uma vez constitucional) de não ser submetido ao etilômetro (o famoso bafômetro).

E por aí vai, defendem o indefensável que é o direito à estupidez que compromete a vida de terceiros. Outros argumentam a favor de governos tiranos, invocam pedidos de liberdade a países dos quais só conhecem o nome, xingam o Bush... Ah... Como ele é politizado. Xingou o Bush e falou mal do Bill Gates.. gente! É um intelectual. E nem precisa ser alfabetizado para isso. Ah... com ele é politizado!

O problema é esse.... Havendo qualquer coisa, ser contra movido pela obrigação de parecer inteligente (ou movido por interesses pessoais)... maldita obrigação cuja redenção só virá quando entendermos que temos o direito “constitucional” de sermos... simplesmente... "burrinhos" e "alienados" de vez em quando... ou menos "do contra" e assim pouparmos a inteligência alheia.

Mas só de vez em quando.
Isso é daquelas coisas que se deve apreciar com moderação

Em tempo:
A foto é de um filme de 1954 chamado "papai é do contra". Olha a cara de "do contra" do papai.

21 comentários:

Raiza disse...

Excelente texto,concordo plenamente com você!na maioria das vezes eu também fico "em cima do muro",não por não saber o que pensar,mas por achar que ambos os lados tem coisas boas e ruins,eu prefiro fazer uma junção.
Quanto a receita federal,infelizmente eu conheço,eu e a minha mãe já passamos pela agradabilíssima experiência ¬¬
Obs:Você está convidado a voltar ao meu blog e comentar os outros textos,pode ficar tranqüilo que eu retribuo.
www.garrafaaomar.zip.net

All3X disse...

Não suporto aqueles que são contrários a tudo, principalmente se houver muitas pessoas a favor, lá vem alguém sendo contrário...
Não, ficar em cima do muro não é ruim, é bom ficar um tempo por lá para analisar melhor os dois lados da situação, mas uma hora tem que descer!

Ah,..rs a cara do pai na imagem parece mais a do tipo: 'não estou entendendo nada'...rs

Marcio Sarge disse...

Falta a todos o direito constitucional de se educarem, não digo ir a escola, digo aprender a pensar.

Esse direito briga por todos os outros

Anônimo disse...

UAHuhaUAHhaH ... Perfeito, seu post(fora a foto que to dando risadas até agora!), mas vou te falar que tem assuntos que eu assumo que fico em cima do muro, até porque são complicados, possuem "defesas de peso" tanto para os pós quanto para os contras... HAuhauAH ...

Adorei o blog!
Beijos.

Net Esportes disse...

realmente e é tudo culpa de quem põe as idéias nessas mentes fracas, a Rede Record foi uma das que mais azucrinou com esse papo dos 'direitos constitucionais' quando começou a lei seca..... os caras enchiam o saco com os testes do bombom e de não sei mais o que, santa paciência..........

Pedro Junior disse...

Acredito que há blog com conteúdo de qualidade que podem ajudar a galera a desenvolver intelectualmente e com isso mudar esta realidade. buscar fontes legais como revista menos Veja, Isto é, ... aff um bando de manipuladoras ou aquelas de fofocas essas vende...

Passa lá no meu blog depois
Abraços

Bruno Silva disse...

Eu não concordo com nada disso. E ponto final.

hehehe

Abraços!
http://ladobdocassete.blogspot.com

Arthur \ ZaF / disse...

E o texto tá bem legal...

e por falar nisso, existe muita gente que não sabe nada acerca do assunto mas concorda ou discorda só pra dizer que tem opinião sobre o assunto, e logo percebe-se que a pessoa só está enrolando para participar da discussão...

Antes de emitir opnião, é melhor ter uma boa visão do assunto antes de tentar "parecer" uma pessoa culta.

Cara, boa sorte com o blog, abrax. A'ZaF

flavio da mata disse...

Esssa questao eh muito complexa, uns acham que por ficar em cima do muro sao os intelectuais, outros pensam que se cair em ambos os lados sao os chamados espertinhos. prefiro ora ir ora vir.

rs

abraco belo texto


interLouco.com.br

by aguia81 disse...

Me faz lembrar aquele proverbio:
"Melhor ficar calado e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do que abrir a boca e fazer com que elas tenham certeza que você é mesmo um idiota"
Parabéns pelo texto

Abraço
http://aguia81.blogspot.com

lica Souza disse...

aff pessoas do contra são muito sem noção
tá certo que cada um tem sua opinião mas discordar de algo que de certo modo é indiscordavel não dá né.

PS: adorei o seu blog

Anônimo disse...

Concordo quando disse que algumas pessoas se mostram contrarias a algo para simplesmente parecerem mais politizadas, mas acho que quando temos conhecimento sobre a causa devemos sim tomar um lado na discussão, ou então fica tudo com está.

abraço,
http://comideiaseideais.blogspot.com

Anônimo disse...

bom acho q tudo depende do ponto de vista de cada um....porém tem uns q soltam cada pérola q peloamordeDeus!

Hugo Simões disse...

um dos males da humanidade é falar sobre o que não conhece, xingar o bush e o bil gates sem morar nos eua, ir contra só por ter ouvido uma tese na tv..
curti o seu blog, mas sou a favor também das pessoas pseudo-intelectuais, afinal todos temos direito de argumentar.
:D

blog disse...

A cara de Charles Laughton é sempre assim: não comeu e não gostou.
Gosto muito de presenciar cenas em que intelectuais se passam por anarquistas de galinheiro.
Aliás, dizem, até Bakunin era um anarquista de galinheiro.
Papo furado, não?

Wander Veroni disse...

Oi, Marcelo!

Ser sempre do contra é muito chato. Ser em cima do muro e nunca ter uma opinião sobre nada é pior ainda. É preciso entrar num consenso. Além disso, o palpiteiro que sempre invoca o senso comum ou um exemplo infame comparando o Brasil com os Estados Unidos deveria ficar calado...hehehe...detesto este tipo de comparação idiota!

Adoro seu texto, professor! Estou querendo lhe fazer um convite muito bacana. Mais tarde entro em contato por e-mail, ok.

Abraço,

-----------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Henrique Emidio disse...

Às vezes todos nós somos assim, não para parecer inteligente, mas creio que seja algo intrinseco ao ser humano...por exemplo: vc contra os que são do contra...esquisito não???
Abraço!

Ludmila Silveira disse...

Eu não gosto de "certo" e "errado", sou indecisa pra caramba e vivo em cima do muro (e não tenho muitos problemas com relação a isso não), mas de vez em quando tb a gente precisa descer do muro e assumir uma postura - a vida nos exige isso às vezes.

Adorei o texto! Lembrei do povo gritando nas ruas "Fora Bush!" (quando entrevistaram as pessoas, a maioria delas não sabia nem o que 'aquele cara' tinha feito para merecer tanta atenção). Aff!

Abraços

Karla Hack disse...

Nossa.. valou uma grande verdade!
Há muito de estupidez e torpor nas opiniões de hoje..
O gosto por ser intelectual, por chamar a atenção, é muito presente nos dias atuais.
Eu sempre acreditei nos meus principios, no que eu acho certo... independente do que os outros digam... Se sou do contra ou do a favor,. não vai mudar minha postura.
E concordo que, vez em qud=ando, é bom ficar em cima do muro... só assim dá pra se analisar os fatos e pensar por si!

;D

bjus

Anônimo disse...

PQP....perfeito...perfeito... A linguagem corporal de um "do contra" é típica: parece que ficam procurando algum "gancho" para formularem seus "contras". Normalmente, fazem aquela cara de "crítico intelectualizado" , com a testa franzida e olhar do tipo "vocêestádizendobesteira". em seguida, ao encontrar o tal gancho, começam a balançar a cabeça e, gradativamente, vão tornando o movimento mais expressivo, até que explodem: "discordo disso! Acredito (porque eles nunca acham...só acreditam)que...". Por falar nisso, eu acredito que todos têm o direito de serem do contra... essa é a base de um pensamento dialético e bla bla bla...rs rs.. rs

Tiago disse...

Tô cada vez mais fã. Eu achava que estava sozinho no meu bom senso de pensar que a lei seca deveria ser ainda mais seca, de achar que eu não sou obrigado a fumar o cigarro dos outros.