sexta-feira, 5 de setembro de 2008

O saco também é poesia... é amanhã que tem texto novo.. vai curtindo esse aperitivo.

Rouba-me o ar

Em tua presença falta-me o essencial

Traz-me a secura da garganta

Cola-me os lábios então.


Tu nem sentes que aos poucos

Me consome

E para ti entrego

Todos os minutos de meu pensamento


E para ti,

É só isso que guardo:

Injeção de cortisona, loratadina 10 mg, nebulização com Berotec e Afrim para desentupir o nariz...


Ah.. Alergia desgraçada!

Ah... alergia!

E tomba uma gota de coriza sobre o papel escrito...


Postar um comentário