quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

A Era da chantagem

Foto do temido
terrorista Ali Amin Raba

Agora é moda. As guerrilhas colombianas só querem que o presidente democraticamente eleito renuncie para libertar os reféns. O Bispo Cappio (e não é parente do Leonardo di) quer que o Lula pare com a transposição do S. Francisco. O cara ainda ameaça: se não parar eu morro hein.. ó que eu morro hein.. Tô morrendo, hein... Os terroristas da Al Qaeda querem que todas as tropas estrangeiras saiam do Iraque, do Afeganistão e .. alguns outros países que eles ainda vão escolher.
O que eu acho interessante é a maneira que alguns grupos ou indivíduos radicais encontram de dizer que não estão abertos à negociação: eles pedem o improvável.


Os caras sequestram e abrem suas listas de exigências:


Nós do P.O.R.R.A (Partido dos Oprimidos Revolucionários Radicais de Ação) seqüestramos duas freiras, 1 deputado, dois turistas americanos, um lateral esquerdo do Olaria, 4 camelôs e um eleitor do César Maia. Para libertá-los, nós, em nome do povo oprimido exigimos:
A renúncia do Lula (e do Bush também), a anistia da divida externa (e da interna também), fotos da Flávia Alessandra pelada em um jornal de acesso das camadas menos favorecidas (o povo, por exemplo), exigimos que todos os traficantes sejam libertados e a eles sejam dadas uma indenização pelo constrangimento de ficarem presos e, por fim, queremos o Corínthians de novo na primeira divisão.
Ass.: Comandante X
Corínthians de novo na primeira divisão... sei não...
Acho que este reféns já estão perdidos.

P.S. - Se bem que, há alguns anos, o Fluminense desafiou a lógica e numa canetada dormiu na 3ª divisão e acordou na 1ª
Postar um comentário